Casa segura para idosos: como adaptar e organizar o espaço!

Idosos e a organização
Casa segura para idosos: como adaptar e organizar o espaço! • Orgazine

O ciclo da vida, o que nos ensina é que o envelhecimento irá surgir quer queiramos ou não e nessa fase é muito importante adaptar e organizar o espaço da casa.

Em fase jovem adulta vemos como algo que está muito distante, mas como habitualmente dizemos: “o tempo voa”. Sabemos que a velhice anda de mãos dadas com a diminuição das nossas capacidades físicas e psicológicas e tal constitui um desafio. Um lar adaptado e organizado para esta realidade traz mais autonomia, independência e melhor qualidade de vida. Além disso torna o lar mais seguro para estas pessoas, cuja idade começa a trazer os mais variados problemas de saúde.

Ao longo da nossa vida preocupamo-nos em nos precavermos de ter acidentes, mas na fase idosa da nossa vida essa precaução é encarada como essencial. As actividades da vida diária que, até chegar a esta fase, nos são simples de executar começam a ser desafiantes. Falamos de actividades tais como: higienização pessoal, arrumar a casa, tratar da roupa, telefonar, fazer compras, preparar os alimentos, controlar e tomar os remédios e até a própria gestão financeira.

Nesta fase da vida é muito importante que se sintam acompanhados: visitas, telefonemas e ainda prestar ajuda no que já não conseguem realizar de forma autónoma. No entanto, nem sempre podemos estar ao seu lado e por essa razão deixamos indicações de como lhes podemos criar condições para execução da sua rotina diária de forma o mais autónoma possível.

Casa segura para idosos: como adaptar e organizar o espaço! • Orgazine

Cozinha

Na cozinha é aconselhável que tenham acesso rápido e facilitado aos itens que utilizam diariamente. Sabemos que o idoso tem menor força muscular, é mais propenso á perda de equilíbrio, e tem uma maior fragilidade óssea aliada a uma menor capacidade de recuperação. Há que evitar a necessidade de subir a bancos, cadeiras ou escadotes assim como curvarem-se em demasia para aceder a utensílios que necessitem. Por vezes há que reorganizar por completo o interior dos móveis.

É comum colocar-se um tapete junto á zona do lava-loiça, pois facilmente existe derrame de líquidos nessa área tornando o chão escorregadio. Esse tapete deverá ter uma base aderente ao chão. Já existem muitas opções no mercado cuja base é aborrachada evitando que se enrole nos pés e que se desloque do seu posicionamento.

Há que dar especial atenção á iluminação da zona da bancada da cozinha, pois a sua capacidade visual diminuirá gradualmente.

Quando já não há autonomia nem condições físicas para confecionarem as suas próprias refeições há que encontrar forma de deixar refeições preparadas, colocadas em caixas, em doses individuais, prontas a aquecer.

Casa de banho

Tal como a cozinha é uma zona muito propensa a acidentes domésticos.

É apropriado colocar um banco para servir de apoio ao idoso na sua rotina de higiene pessoal. Por vezes já será necessário ter um banco dentro da banheira ou base de duche. Não esqueça de adicionar o tapete antiderrapante.

Um outro apoio adequado passa pela instalação de barras de segurança.

Outras sugestões

O calçado deve ter sola de borracha antiderrapante.

O mais comum é tomarem medicação, mas sabemos que a probabilidade de baralhar horários e nomes de medicação é muito provável de acontecer. Para nos assegurarmos que tal não acontece, até porque representa um perigo para o idoso, existem no mercado caixas adequadas com vários compartimentos, onde mencionam o dia da semana e horários para que nada falhe.

Instale detetores de gás e fumo pois o olfato do idoso é menos apurado.

As maçanetas das portas devem ser tipo alavanca, uma vez que as de formato redondo são difíceis de usar para quem tem pouca força nas mãos ou usa muletas. Devem, ainda, estar a um nível adequado para quem usa cadeira de rodas.

Os tampos dos móveis deverão, idealmente, ser arredondados. Caso não seja viável há sempre possibilidade de colocar protetores de cantos.

As gavetas devem ter travão de segurança para não desencaixarem do seu suporte e causar acidentes.

O uso de um telefone com teclas grandes e números de emergência sempre visíveis ao lado do telefone facilita a vida do idoso.

Casa segura para idosos: como adaptar e organizar o espaço! • Orgazine

As adaptações e reorganização a serem realizadas devem ser discutidas com o idoso. Ele deverá estar envolvido nas decisões a tomar, esclarecendo-o de todo o processo. Pretende-se que compreenda o seu objetivo para que mais facilmente as aceite. Quando se vive durante muitos anos na mesma casa, sem que a mesma tenha sofrido alterações, nem sempre o idoso consegue perceber porque se pretendem fazer adaptações. O facto de conhecer muito bem todos os espaços fá-lo acreditar que não serão necessárias quaisquer alterações.

A capacidade motora e sensorial do idoso vai reduzindo gradualmente. A visão, audição e locomoção são notoriamente afetadas de forma negativa. É um processo normal, mas muito difícil de aceitar por parte do idoso. É preciso ajudá-lo, mas de forma a não o fazer sentir-se como um peso. Fazê-lo entender que existem mudanças a fazer, as quias procuram facilitar a sua rotina diária por forma a mantê-lo independente, autónomo. As mudanças propiciam qualidade de vida por mais tempo.

Acima de tudo temos de lembrar que os que agora são idosos em tempos foram quem de nós cuidaram e que, pelo ciclo da vida, os papeis acabam por se inverter. Há que respeitar o idoso retribuindo o amor, atenção, carinho e tempo que nos foi dado. Assim como eles se preocuparam em nos criar as melhores e adequadas condições de vida enquanto crescemos também nós devemos proporcionar condições para que envelheçam em condições de segurança sentindo-se acompanhados e ajudados no que necessitam.

Devemos criar condições para que mantenham ao máximo a sua autonomia e se sintam felizes nesta fase do ciclo da sua vida.

Ana Ferreira

Imagens by https://unsplash.com/photos/E9BR0lNMiQE, https://unsplash.com/photos/deRqTSOWY0Y e https://unsplash.com/photos/fqkaMzeGk7E

About The Author

Quer comentar?

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top