Uma casa organizada é uma casa cheia de plástico?

Acessórios de organização

Uma casa organizada não é sinónimo de uma casa cheia de plástico. É sobre o uso do plástico na organização da casa que vamos abordar neste artigo.

Quem não gosta de ver uma despensa bonita com os alimentos armazenados em 10 caixas iguais? Um dos mitos da organização é o de que para se ter uma casa organizada é necessário comprar muito material organizador (sobretudo de plástico).

Uma casa organizada não é sinónimo de uma casa cheia de plástico. É sobre o uso do plástico na organização da casa que vamos abordar neste artigo.

Quem não gosta de ver uma despensa bonita com os alimentos armazenados em 10 caixas iguais? Um dos mitos da organização é o de que para se ter uma casa organizada é necessário comprar muito material organizador (sobretudo de plástico). Vamos desconstruir esse mito. 

Vemos frequentemente fotografias de casas que parecem lojas com várias caixas de acrílico imaculadas. Isso não tem nada de errado, pode funcionar e fazer sentido para algumas pessoas. No entanto, não é, nem tem de ser, a regra. Organizar, seja uma cozinha, uma despensa, um roupeiro ou uma casa de banho, não é sinónimo de comprar caixas, ou divisórias de plástico. 

Uma parte importante de todos os projectos de organização consiste em destralhar, i.e., identificar objectos que, por exemplo, já não são usados ou estão danificados e retirá-los da divisão em que estamos a trabalhar, veja o nosso artigo sobre destralhar aqui: https://orgazine.pt/destralhar-e-criar-lixo/.

Um dos objectivos da organização é manter apenas objectos úteis e/ou que nos façam sentir bem. Mas o que fazer aos objectos que retirámos? Quando se tratam de objetos danificados sem opção de reparação ou fora do prazo, como é o caso de alimentos e alguns produtos de cosmética, devemos colocá-los no lixo, fazendo a separação das embalagens sempre que possível. No caso de roupas, livros ou artigos de decoração, estes podem ser vendidos, oferecidos a familiares e amigos que os queiram (e vão usar) ou doados a instituições de solidariedade social, estendendo a vida útil destes objectos. 

Retirar da nossa casa o que já não é útil ou que não nos faz sentir felizes permite, sem dúvida, ter uma casa mais organizada e funcional, mas este não é o último passo do processo de organização. Para completar o processo é necessário organizar e arrumar os objectos que são para manter. Nesta etapa, muitos acreditam que o passo lógico é ir às compras e adquirir dezenas de produtos organizadores. Como vamos ver, há várias alternativas. Podemos começar pela re-utilização de materiais, por exemplo, uma caixa sem tampa que perdeu utilidade na cozinha pode transformar-se numa gaveta de produtos de higiene. Deste modo, damos uma nova vida aquilo que já não se usa, podendo ter uma casa organizada sem fazer compras desnecessárias. 

Uma casa organizada é uma casa cheia de plástico? • Orgazine

Outra forma de aproveitar materiais pode ser através da transformação de objectos. Truques fáceis, como forrar uma lata ou pintar uma caixa de cartão, são uma maneira sustentável e económica de obter produtos organizadores.

Além disso, têm a vantagem de poderem ser uma actividade que envolva os vários habitantes da casa, dos mais novos, que se divertem a fazer trabalhos manuais, aos mais velhos que tantas vezes têm dicas valiosas para partilhar. 

Se optarmos pela compra de algum artigo que faça falta, numa pesquisa rápida de produtos organizadores rapidamente surgem caixas acrílicas no topo do motor de busca ou nas montras de lojas. Mas o plástico não é a única opção. Hoje em dia existem diversas soluções de organização amigas do ambiente, construídas com materiais duradouros – como a madeira, o vidro ou a cortiça. Um aspecto importante a considerar na compra destes produtos, para além do material e do preço, é a versatilidade.

A vida está sempre a mudar, os habitantes da casa podem crescer ou sair de casa, um quarto de hóspedes pode tornar-se num escritório. O Mundo gira e temos de nos adaptar. Assim, quando compramos – um produto organizador ou outros objectos – a versatilidade deve ser uma das nossas preocupações. Uma caixa de materiais duradouros e de tons neutros pode ser hoje utilizada para armazenar snacks na cozinha e amanhã para guardar produtos de maquilhagem no quarto. 

Como vimos uma casa organizada não é sinónimo de uma casa cheia de plástico.

A re-utilização de materiais de outras divisões, a transformação de objectos e a escolha de produtos de organização versáteis e construídos com materiais duradouros são alguns exemplos, de como se pode organizar uma casa sem plástico. Com alguma criatividade é possível organizar, poupar o ambiente e dinheiro. 

Já utiliza alguma destas técnicas em sua casa? Partilhe connosco que materiais já transformou!

Margarida

Imagens by: https://unsplash.com/photos/ErOdIrDA6b0?utm_source=unsplash&utm_medium=referral&utm_content=creditShareLink

Quer comentar?

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top